24 de outubro de 2020

Governo vê ‘caixa preta’ em vacina russa

Brazil's President Jair Bolsonaro speaks during a ceremony to launch the new worker fund stimulus at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil July 24, 2019. REUTERS/Adriano Machado - RC188DCA2920

Interlocutores do presidente Jair Bolsonaro avaliaram como uma “caixa preta” a vacina contra o novo coronavírus anunciada pelo presidente da Rússia, Vladmir Putin.

“É uma caixa preta”, disse à CNN uma fonte do governo. A avaliação é a de que a notícia é “excelente” para a Rússia, mas que para o Brasil é preciso “aguardar a posição das autoridades sanitárias brasileiras”.

A insegurança se dá porque o registro foi feito Russia sem a finalização da fase 3 de estudos que se trata da vacinação em larga escala.

Uma outra fonte também próxima ao presidente disse que o governo aguarda mais informações científicas para avaliar a aquisição de tecnologia e eventuais acordos. Segundo esse interlocutor do presidente, pelo que foi apresentado até o momento é “prematuro” falar de sua eficácia. Isso porque  ” é preciso conhecer mais detalhes do desenvolvimento da vacina como a eficácia, a segurança e a produção em larga escala”.

Apesar disso, ainda nesta semana representantes da embaixada da Russia e do Fundo de Investimento direto da Russia (RDFI) farão uma segunda reunião para discutir a produção no Brasil do imunizante. A primeira ocorreu na semana passada, dias após o anúncio do registro da vacina. Ela ocorreu por videoconferência.

O foco, segundo uma terceira fonte, continua sendo a interlocução entre a Fiocruz e a Universidade de Oxford, no Reino Unido. “Não há nada concreto sobre a vacina russa ainda”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *